Vendas online ampliam os negócios em destinos turísticos

Autor do artigo
por Gregório Nardini
12/04/2022
Capa do blog

A ascensão do comércio eletrônico e, consequentemente, as vendas online de produtos e serviços transformou diversos setores e, entre os mais afetados, foi o de turismo.

Mesmo porque, até mesmo para um cliente se sentir completamente satisfeito, o enfoque mudou profundamente.

O novo “Turismo 2.0” apela a todos os operadores e profissionais da área para que mudem as abordagens e as estratégias de marketing, principalmente considerando o digital.

Foi-se o tempo em que as pessoas precisavam envolver um agente de viagens para fazer reservas, preparar roteiros, comprar passeios, entre outras atividades de entretenimento turístico.

Atualmente, quem pretende fazer uma viagem ou um passeio simples de final de semana prefere fazer as próprias pesquisas e reservar acomodações, tickets e passagens online e saber se os hotéis contam com chuveiro de emergência para atender todos os hóspedes nas próprias plataformas e conforme informações colhidas em blogs.

Com o advento da revolução digital, todos se tornaram mais independentes, mas ainda assim dependem da participação de profissionais do setor de turismo até a tomada da decisão final.

Afinal de contas, é preciso saber mais sobre os diversos passeios e programas que podem ser realizados durante uma viagem e que dependem da compra de ingressos para:

  • Entrada de museus;
  • Eventos culturais e esportivos;
  • Parques de diversão;
  • Reservas em restaurantes.

Dessa forma, é preciso um planejamento antecipado, ou até mesmo estratégias de marketing digital, para que as empresas possam realizar as vendas online para os clientes e garantir a satisfação e dias inesquecíveis da melhor forma possível.

Por isso é preciso preparar um planejamento de marketing adequado para que qualquer empresa possa atingir os usuários conectados e que reconhecem as facilidades que somente as plataformas digitais podem proporcionar.

O que inclui saber se os fornecedores indicados possuem uma instalação adequada, documentação referente à AVCB bombeiro e acessibilidade para pessoas com baixa ou nenhuma mobilidade.

Assim, a estratégia de marketing precisa ser inteligente e sensata, evidenciando relevância na área e conhecimentos e cuidados tomados, especialmente para quem está no ramo de viagens e turismo e sabe que a concorrência é alta.

Criando a persona ideal

Conhecer o público-alvo é fundamental para desenvolver uma estratégia de inbound marketing adequada.

Por isso, é preciso saber para quem aplicar as 4 etapas que regem essa estratégia, sendo elas:

  • Atrair;
  • Converter;
  • Vender;
  • Reter, ou encantar.

A persona ideal para o setor de turismo pode ser incluída em um coletivo de pessoas, ou alguém que pertence a determinados grupos de interesse.

Sendo assim, é preciso pensar em uma pessoa como o viajante que está acostumado com as necessidades que uma viagem estabelece, como compra de passagens, reserva de datas, passeios pretendidos.

A formulação do persona ideal permite executar todas as decisões de negócios e marketing sendo voltados para essa figura fictícia, mas que pode ser encontrada no setor de turismo e que precisa de produtos e serviços específicos, como divisória banheiro em locais públicos.

De maneira apropriada, o objetivo é criar determinados tipos de perfil, desde que estes representem os clientes em potencial da marca, considerando os sentimentos, os pontos de dor, os problemas que podem ser apresentados, e até mesmo os pensamentos e o ponto de vista.

Como o consumidor que está acostumado e é influenciado por conteúdo digital, é preciso ter clareza sobre quais plataformas podem ser utilizadas para causar maior impacto e atingir o público-alvo adequado.

Assim fica mais fácil traçar as estratégias para as campanhas publicitárias, e o inbound marketing pode seguir para fortalecer as vendas online.

Prática de SEO para aumentar o engajamento

Uma das ferramentas mais eficazes do inbound marketing, para qualquer campanha publicitária digital, é o SEO (Search Engine Optimization), ou otimização do motor de busca.

Muitas reservas de viagem são feitas por meio de um site ou aplicativo móvel, sem qualquer tipo de interação humana. A plataforma de busca do Google tem grande participação de mercado, e a maioria dos consumidores realiza pesquisas online antes de fazer qualquer compra, seja uma porta de enrolar automática para estabelecimento comercial ou uma viagem de lazer.

Isso indica o quanto é importante que as ofertas ou conteúdo apareçam no topo dos resultados da pesquisa.

Assim, é necessário aplicar palavras-chave relevantes e criar conteúdo atraente para a maioria do público, e conseguir superar os resultados de forma orgânica.

Além disso, muitas reservas móveis aumentam ano a ano. Isso reflete como o público está conduzindo a própria pesquisa, sempre de forma independente, para encontrar as melhores ofertas e promoções.

A importância do marketing de conteúdo

A partir do momento que a empresa conhece bem o público-alvo e coloca em prática a estratégia de SEO, é preciso estabelecer o marketing de conteúdo como meta para levar informações relevantes para atrair os leads, ou seja, os clientes em potencial.

A solução para elaborar a melhor estratégia de marketing de conteúdo é continuar ouvindo o que o público tem a dizer. Quase todo mundo que está inserido nas mídias digitais compartilha experiência de viagens em plataformas como as redes sociais.

Esses são dados prontamente disponíveis, e que apontam qual o tipo de conteúdo que é muito popular entre o público-alvo em questão, quando se trata de turismo - podendo até ser estudado para ações mais orgânicas de engajamento com o público.

Internautas escolhem as marcas que oferecem conteúdos relevantes em todas as etapas da jornada de compra. Por isso, um site precisa contar com um conteúdo atraente, inclusive em forma de blog, para que possam ser feitas postagens interessantes sobre a cultura de um local turístico, eventos e conselhos relacionados à viagem.

Isso, sim, indica uma estratégia de marketing de conteúdo bem pensada e que atinge de forma direta o público-alvo. Impulsionando o engajamento com vídeos

É verdade que muitos consumidores preferem os vídeos em comparação aos textos, quando se trata de aprender sobre um produto ou serviço, principalmente relacionados às experiências de passeios e viagens.

O que acontece é que o tempo de atenção está em baixa, e os vídeos transmitem mensagens impactantes, seja pelo roteiro, o texto declamado, as músicas e as imagens em movimento, dentre outros aspectos.

Para gerar um melhor envolvimento e reconhecimento da marca, os vídeos corporativos desempenham um papel fundamental, como o setor industrial que apresenta como descascar fios de cobre para quem trabalha na área da construção civil.

Voltando, mesmo se alguém estiver navegando na internet quando estiver entediado, sem qualquer intenção de fazer uma reserva, o nome da marca permanecerá em mente, caso essa pessoa considere fazer uma viagem no futuro.

Dessa forma, é preciso fazer vídeos personalizados e envolventes, principalmente após estudar as tendências e a psicologia do público, e o foco que pode ser melhor explorado em determinados momentos.

Por fim, é preciso analisar fatos e números que podem passar uma ideia abrangente do que funcionam bem e incluir isso ainda mais dentro de uma campanha de marketing em que o vídeo pode ser o maior destaque.

Maximização de campanhas de e-mail e redes sociais

A rede social tem uma enorme influência em quase todos os setores, e o turismo não é uma exceção.

Isso porque impulsiona as decisões de compra dos consumidores, aumentando as vendas online de forma vertiginosa. Outra estratégia que não pode ser ignorada é o e-mail marketing, pois ele melhora o ROI (Return Over Investiment), ou retorno sobre investimento, em comparação com outros custos voltados para o marketing digital.

Vale utilizar o inbound marketing para criar campanhas de e-mail personalizadas, com base em personas de compradores que atrairão o público ao abrir o correio eletrônico e, assim, ser fisgado pela isca que é o desejo de viajar.

Até mesmo para saber o valor de transferência de veículo, quando esse é alugado em uma cidade, com possibilidade de entrega em um município completamente diferente, deve ser avaliado adequadamente.

Um mundo digital onde os consumidores vivem acessando as redes sociais está se desenhando.

Nele os usuários definem metas de viagem com base no que os amigos e familiares estão postando, para onde estão indo, verificando quais são as tendências de viagem, e ignorar esses fatos é ignorar o sucesso.

Ao investir nessas ferramentas digitais, que estão disponíveis de maneira acessível, é ter o negócio voltado para viagens e turismo muito beneficiado, em todos os sentidos, impactando os usuários e expandindo o alcance frente a base de potenciais clientes.

Nem tudo termina com a viagem

Dentro da estratégia de inbound marketing está a jornada, que deve ser única e memorável. Com isso criam-se boas memórias na mente do turista, e isso incentiva o cliente a partilhar a experiência com outros, tornando-o um “embaixador” da marca ou negócio.

Por isso, é necessário colocar em prática uma série de ações que apoiem esse comportamento. Dentro do blog, por exemplo, é preciso mostrar os comentários dos usuários.

Se for em uma rede social, vale repostar se a pessoa comeu bolos confeitados conforme indicação da empresa, e então compartilhar o conteúdo feito pelos clientes.

Na medida do possível, a empresa deve incluir um CTA (Call To Action), ou seja, uma chamada para ação, e convidar os turistas a publicar utilizando hashtags (#) ou tags especiais relacionadas ao negócio ou marca.

Conclusão

O setor de viagens e turismo está sempre em uma crescente, e por isso é importante que, seja qual for o modelo de negócio envolvido, a estratégia certa de inbound marketing seja utilizada.

Criar alta qualidade é a solução para alcançar a persona de comprador ideal, mas isso por si só não é o suficiente.

A estratégica precisa ser acompanhada de uma análise de SEO completa, auditoria de conteúdo e implementação de materiais de divulgação corretas, como quem faz gestão de condomínios e procura deixar tudo no devido lugar.

Além das informações apresentadas anteriormente, é preciso aproveitar outras ferramentas, como o marketing de vídeo, as redes sociais e as campanhas de e-mail, e assim garantir que a empresa esteja ao alcance dos clientes em potencial.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Compartilhe este artigo:
twitter social iconfacebook social iconlinkedin social iconWhatsapp social icon
divider graphic

Veja mais...

Ir ao topo