Sistemas de venda de ingressos online podem impulsionar suas vendas

Autor do artigo
por Thaís Serrano
21/07/2022
Capa do blog

Com a tecnologia ocupando todos os espaços, é impossível não considerar o uso dela na hora de construir um negócio!

Para empresas que controlam acessos de entrada via venda de ingressos, o uso de sistemas tecnológicos permite uma integração mais assertiva, tornando a operação como um todo muito mais simples e fácil.

Nesse universo, há uma série de tipos de sistemas ofertados no mercado, mas nem todos conseguem oferecer uma experiência inteligente de ponta a ponta tanto para os gestores da venda quanto para os clientes finais.

Vamos analisar alguns modelos e seus principais focos de atuação.

Tiqueteiras:

Alguns sistemas são focados na validação do acesso, como por exemplo, as tiqueteiras. Esse tipo de sistema funciona com o objetivo de ler e mapear os tickets vendidos através de códigos de barra ou QR Code, com o intuito de validar o ingresso, liberando o acesso do cliente, ao mesmo tempo que invalida o mesmo ingresso para um novo uso (caso esse seja o intuito da venda).

Prós: é uma ótima forma de geração de vendas extras e de controle de entrada, principalmente para grandes eventos que tem por característica o acontecimento de maneira esporádica. Além disso, é de fácil implementação e a conferência dos ingressos pode ser feita com um celular ou tablet.

Contras: normalmente, mas nem sempre, eles se limitam ao controle de acessos em si, mas não necessariamente ao processo de compra como um todo, forçando a empresa a integrar mais sistemas para visualização do processo completo. Outro ponto a considerar, é a cobrança de altas comissões pelo uso da ferramenta, além da falta de interação direta com o cliente, o que torna o processo impessoal e sem a possibilidade de mapear seus clientes para futuras interações.

Bilheterias:

Há também os sistemas de venda de ingressos que funcionam como bilheterias, como por exemplo, os softwares de emissão de bilhetes. Nesses casos, o objetivo da ferramenta é gerenciar e automatizar os ingressos, além de integrar diversos pontos de vendas, como quiosques físicos localizados em diversos endereços, oferecendo uma visão unificada da venda que pode ocorrer simultaneamente em pontos de venda diferentes. Essa unificação é importante, principalmente, quando a venda está vinculada com a marcação de assentos.

Prós: é perfeito para a visualização unificada de vendas realizadas em diversas pontas, onde muitas pessoas se utilizam do mesmo sistema para fechar a venda e “bloquear” o assento. Neste caso, a indisponibilidade do assento em questão é imediata, impedindo que duas compras marquem o mesmo assento.

Contras: apesar de cumprir seu papel, assim como as tiqueteiras, as bilheterias oferecem o sistema de venda, mas não estão necessariamente atreladas a um site para divulgar de forma efetiva o serviço que está sendo ofertado.

E-commerces:

Já as plataformas de venda de ingressos online com a experiência de um e-commerce oferecem o melhor custo X benefício. Essas plataformas, como no caso da Planne, são e-commerces que permitem ao próprio cliente realizar sua compra de forma totalmente autônoma e independente, colocando-o como protagonista do processo, onde que é possível fazer a escolha do assento, realizar o pagamento da forma como desejar e ainda receber no próprio e-mail o voucher/ingresso com todos os dados necessários para a sua utilização.

Prós: os sistemas de venda de ingressos online no modelo de e-commerce são ideais para as empresas que desejam ampliar as vendas de forma prática e inteligente porque, além de ter um menor custo em relação à taxas de intermediação, é possível aumentar seu branding e posicionamento de marca, já que ainda conta com o site – o e-commerce em si – que permite apresentar sua empresa, divulgar seus produtos e serviços, incluir fotos e vídeos, levando mais credibilidade e confiança ao futuro cliente.

A plataforma Planne é flexível e personalizável, desenvolvida a partir do conceito de whitelabel, onde o e-commerce é criado com templates amigáveis e de acordo com a marca, adotando cores, formas, logos de modo a deixá-lo com a cara da empresa.

Além disso, oferece uma série de recursos que permite apresentar o produto, no caso o ingresso, de maneira clara e objetiva, incluindo descrição do serviço, fotos, vídeos, integração de diversos meios de pagamento, entre outros recursos.

Outro ponto importante é o sistema de gestão interno, que conta com um dashboard completo e intuitivo que reúne todos os dados das transações / vendas, garantindo mais facilidade para a gestão das operações da empresa e possibilidade de realizar o cadastro dos mais variados tipos de ingressos de acordo com a disponibilidade, tarifas e regras de negócios determinadas, além de serviços adicionais vinculados ao produto principal, cupons promocionais, links de pagamento, entre outros.

Contras: ainda que seja a opção de melhor custo X benefício atual, há alguns recursos adicionais que podem ser implementados a fim de torná-la ainda mais completa, de modo a atender todo o tipo de negócio que venda ingressos. Vale lembrar que e-commerces que não foram desenvolvidos especialmente para empresas que vendem serviços podem não oferecer uma experiência de compra e gestão tão interessante assim.

Por isso a importância de escolher uma empresa como a Planne! Converse com nossos especialistas e entenda - em uma demonstração completa - como é possível ter um e-commerce simples e eficaz para a sua empresa crescer!

Clique no chat e converse com a gente :)


Compartilhe este artigo:
twitter social iconfacebook social iconlinkedin social iconWhatsapp social icon
divider graphic

Veja mais...

Ir ao topo